16 de fev de 2007

Será que é moda?

Não sei se é verdade, mas parece que a moda pegou!

Acabo de receber um email dizendo que quem chorou agora há pouco foi o (ex?) chefe de gabinete do prefeito chorão.

O email afirma que ele teve uma crise de choro e implorou para ficar, só não esclarece qual foi a decisão do prefeito.

As declarações do prefeito de que quem decide seu futuro é o próprio (ex?) chefe de gabinete, têm tanto valor quanto uma nota de três reais. O que acontece é que prefeito não conseguiu ainda achar um lugar onde enfiar o mala sem alça, e mandá-lo para casa pode ser perigoso, pois o sujeito sabe demais. O choro e o pedido para ficar soaram como ameaça velada.

Voltando à crise de choro, o email diz que o (ex?) homem forte teve até que tomar água com açúcar e que, em meio a soluços, teria pedido para ir para a Cohab ou para a Emdurb, o prefeito teria prometido estudar.

O email diz ainda que o novo bebê chorão teria dito, por diversas vezes, que sentia que já estava morto, mas que não podia sair agora, pois seria uma vitória do Pedroso (Chinelo) e que sua carreira política estaria terminada caso isso acontecesse.

Tomara!

Nenhum comentário: