15 de fev de 2007

Há cem anos

Andei vasculhando uns jornais que herdei de meu avô Bruno I e achei coisas interessantes que provam que a história só se repete como farsa.

Qualquer semelhança entre as pessoas de outrora, que até já morreram, com a as de agora, vivas e acordadas, terá sido mera coincidência.




Na época já existia um membro da família dos Chinelos, se não me engano o sr. Chinelo Sênior, que, ainda novo, atendia por Chinelinho, e atuava na política local, conforme manchete abaixo.



Não é de hoje que a população gosta de se esbaldar durante o carnaval, desde aquela época já tínhamos entre nós os abnegados agentes culturais que sempre lutaram para preservar a tradição da maior festa popular de nossa terra, achei referência a isso também.

Note-se que o jornal já grafava bambi com i e não bamby com y, era a imprensa de Bauruzinho sempre à frente de seu tempo.

Àquela época o Bloco dos Bambys era ainda pequeno, mas já dava o que falar, sempre atuantes e dispostos a uma arrecadaçãozinho, fosse para o carnaval, fosse para as quermesses beneficentes.

Vou pesquisar mais na coleção que meu avô Bruno I deixou para nós da família e publicarei tudo o que achar de mais interessante.

Nenhum comentário: