10 de fev de 2007

Não chore mais

Bem que eu me lembro da gente sentado ali
Na grama do aterro, sob o sol
Ob-observando hipócritas disfarçados, rodando ao redor
Amigos presos, amigos sumindo assim
Pra nunca mais
As recordações, retratos do mal em si
Melhor é deixar prá trás
Não, não chore mais, não, não chore mais

Bem que eu me lembro da gente sentado ali
Na grama do aterro, sob o céu
Ob-observando estrelas junto à fogueirinha de papel
Quentar o frio, requentar o pão e comer com você
Os pés, de manhã, pisar o chão
Eu sei a barra de viver
Mas se Deus quiser tudo, tudo, tudo vai dar pé
Tudo, tudo, tudo vai dar pé, tudo, tudo, tudo vai dar pé
Tudo, tudo, tudo vai dar pé
Não, não chore mais, não, não chore mais

(B. Vincent, versão de Gilberto Gil)

Nenhum comentário: