12 de out de 2008

Nova Fase, em rítmo de 2º turno

Depois de uma longa temporada em tratamento volto a Bauru em pleno segundo turno da eleição de prefeito.

Não pude palpitar antes, nem cheguei a votar, mas, de agora em diante, serei uma pedra no sapato da duplinha xexelenta, dos chorões, do Beicinho e do Beiçola, do Filhinho Mimado e do Cunhadinho Mimoso.

Até quando acompanhei eram adversários, mas a sede pelo poder, e a vontade de aparecer, fizeram com que se unissem, os beiçudos.

Se reza o ditado que dois bicudos não se beijam, o mesmo não se aplica aos beiçudos, pelo menos aqui em Bauru.

Quem havia de imaginar que os dois estariam agora o tempo todo de beijos, e de mãos dadas até para atravessar a rua?

O capricho dos meninos faz dessas, juntou um anti Tunga com um baba ovos do mesmo.

É o Demo com o Diabo, a fome com a vontade de comer.

Mas a duplinha, ganhe ou perca, já caiu em bocas de matildes, e os dois ganharam novo apelido: Fofoletes.

Com suas calcinhas na linha do umbigo, suas camisinhas de mangas enroladas, seus celulares nos cintos, com cara de quem não gosta de pobre, lá vão eles, os Fofoletes, de mãos dadas e com carinha de choro.

Na retaguarda a mãe do Beicinho, aquela que deu até panelada no Tunga, numa baixaria de dar gosto de ver.

Por trás (ui!) do Beiçola, vem o pé frio do Dudu, o homem da cara amarrada, que só cumprimenta pobre e preto em véspera de eleição.

Eis o quarteto: Beicinho e sua chefa mamãe, e Beiçola e seu chefe Dudu.

Já de saída falando em vender o DAE, o brinquedinho do Beiçola.

O que o Beiçola vai fazer então?

Se ganhar, não tem mais DAE. Vai passar as tardes nos corredores do gabinete, enquanto Beicinho fala com a mamãe ao telefone.

Se perder, vai ser caixa de supermercado ou entregador de compras, isso se seu cunhado tiver confiança.

Enquanto Beicinho vai chorar e soluçar inconsolável no colo da mamãe e pedir para ela dar uma outra panelada, desta vez no Rodrigo.

A coisa está feia para os lados dos beiçudinhos, se ganhar a mamãe manda, se perder a mamãe bate!

Vai dar até gosto! Serão as duas semanas mais divertidas dos últimos anos.

Talvez só não tanto quanto aquela em que Beiçola voltou para a Câmara e ajudou a derrota do Tunga.

Ou aquela, há quatro anos, em que o Tunga tomou o pirulito da mão do Beicinho, lembram?

Foi por isso que o Tunga levou uma panelada da mamãezona.

Ela perdeu a cabeça ao ver seu filhinho mimado aos prantos e de mãos abanando.

Mas a mamãezona já decidiu: se o Beicinho perder novamente, vai comprar um Banco Imobiliário e dar para ele brincar com o Beiçola.

Só vai ter que tomar cuidado com essa mania que os dois têm agora de ficarem aos beijos o tempo todo.

Onde foi que aprenderam isso? Até parece coisa de boiola!

Nenhum comentário: