2 de mar de 2007

Dessa vez eu apanhei!

Apanhei feio, nos comentários, por ter defendido a ação do Agostinho como modelar e pedagógica. Que fique claro que não escreveria somente por isso, claro que sei que há uma intenção de marketing por trás, o "post" falava sobre as considerações feitas pelo Vereador Lima Júnior a respeito do fato.

É evidente que houve uma jogada de marketing, com interesses difusos, mas um deles é bastante aceitável: o efeito pedagógico, a discussão pública sobre a questão do lixo, e eu, se fosse Vereador, mesmo que fosse adversário do Rodrigo, só faria comentários que estimulassem ainda mais esse debate sobre o lixo.

O Vereador Lima Júnior fez exatamente o oposto do que devia: fez um comentário que é um verdadeiro lixo e causou desperdício de tempo, papel e tinta para trazer a público suas desavenças de outra natureza com seu adversário político, igualmente Vereador, mas de outro tipo, de outra estirpe.

Um dos comentários afirmava até a desconfiança de que eu teria algum emprego na Câmara através do Agostinho, claro que sei que é somente uma brincadeira, uma provocação, como outro que afirmou que a nova forma que inventei de escrever o nome do blog ( ))·._.·´¯) BRøø BRøø (¯`·._.·(( ) tem inspirações bambisticas.

O blog é para isso mesmo, para todo mundo dizer o que pensa, até mesmo cascar o pau no blogueiro, como já aconteceu algumas vezes. Até que tenho sorte, pois mesmo os comentários dos quais fui vítima, sempre foram bem divertidos, muito apropriados ao espírito do blog.

Acho que devo esclarecer: gosto sim da atuação do Agostinho, principalmente por ele ser muito jovem ainda, apenas iniciando, tenho certeza que vai longe. Antes eu até pensava que ele deveria ser o próximo candidato a prefeito, hoje já sinto que não, ele ainda tem tempo, e, aparentemente, já tem acordo com o Beiçola do DAE para a eleição de 2008. Essa chapa, ou qualquer que tenha o cunhado de confiança pelo meio, não terá meu voto, terá sim meu trabalho contra.

Hoje, e por influência principalmente do blog do Chinelo, vejo com bons olhos a candidatura do Vereador Marcelo Borges. Não o conheço, nem nunca acompanhei sua carreira política, mas fiz uma pequena enquete entre amigos e parentes e é impressionante como ele é bem visto. É considerado sério, corajoso, duro; quase todo mundo, dentro de meu pequeno universo, sabe contar algum fato sobre sua ação como Vereador.

Não sei onde eu estava que não havia notado isso antes e, se fosse possível, orientaria o Rodrigo para sair dessa em que hoje se encontra; esse pessoal do Beiçola está com os dias contados e não dão camisa a ninguém. Rodrigo deveria se alinhar ao Vereador Marcelo Borges e ajudar a virar o jogo contra essa cambada que hoje cerca o Palácio das Cerejeiras. Se fizer isso talvez até passe a receber elogios do Vereador Lima Júnior.

2 comentários:

Num leva por tras não broo disse...

Apanhou de leve, né? Na bundinha. Mas, num colocou o principal argumento de que o secretário deveria também catar o lixo na periferia, que está jogada às traças; ou melhor, ao Deus-dará. A bromeliana figura agrada aos incautos, mas num aguentaria uma hora correndo como os garis fazem.

Anônimo disse...

BEM NAO PRECISO DIZER NADA!!!!!!

OLHE ESSA MATERIA DO JC DE 07/03/07:

Incapaz de manter
praças, Semma
repassa a empresas
A incapacidade da Prefeitura de Bauru em manter os espaços públicos em boas condições foi demonstrada ontem na entrega de 12 praças e áreas verdes para a adoção da iniciativa privada. A medida foi aprovada pela Câmara. As empresas manterão os locais, mas a prefeitura se responsabiliza pela iluminação e irrigação. - Leia mais

BEM, O PROBLEMA ESTA RELACIONADO COM OS MANDATOS ELETIVOS.
NA ATUAL ADM, OS VEREADORES ALIADOS, NÃO SABEM O QUE REALMENTE QUEREM NA PARTIDA DE FUTEBOL. SÃO ARBITROS, CHUTAM, VÃO CABECEAR E DEFENDER E AGORA QUEREM SER GANDULAS TAMBÉM.......
O PROBLEMA CADE O TÉCNICO DA SELEÇÃO?