27 de jan de 2007

Los Compadres

Alguns bares de Bauru, freqüentados por pessoas de alto escalão, e de baixo calão, vão adotar esse selo de qualidade:



É o caso, por exemplo, do Los Compadres, onde o pessoal da Nações afoga as mágoas em agitados happy hours que começam ali pelas quatro e meia da tarde e muitas vezes varam a madrugada.

É o caso também, parece, do Amadeus, onde capas e malas pretas expõem suas belezas refestelados em cadeiras na calçada da fama.

Exatamente eles, que deviam fiscalizar, são os primeiros a encostar suas fofas nádegas bem na esquina, onde atrapalham os pobres pedestres que pagam os impostos que sustentam Bauru.

Por falar nisso, já perceberam que se trata de uma turma de bundudos?

Dizem que essa turminha agora só toma Skol. Antes tomavam Antártica, mas, no dia seguinte, sentiam uma estranha dorzinha que os incomodava na hora de sentar. Será que com a Skol parou de doer?

Nenhum comentário: